terça-feira, 27 de maio de 2014

Do Amor

O amor
É o que há de mais ridículo
Somos fadados ao escárnio

Nenhum comentário:

Postar um comentário