segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Prefiro...


Prefiro o caos, à escravidão
Prefiro o lixo, ao tipo fútil
Prefiro o podre, ao formol
Prefiro feder, a inexistir

Prefiro o homem, à galinha
Prefiro a mulher, ao diamante
Prefiro o Rock, à partitura
Prefiro Deus, à Bíblia

Prefiro a jaula, à ilusão
Prefiro a forca, à afonia
Prefiro a chuva, à fumaça
Prefiro a fumaça, à lucidez

Prefiro a dor, ao sufoco
Prefiro o choro, ao engasgo
Prefiro a árvore, ao machado
Prefiro o corvo, à carniça

Prefiro a nuvem, ao céu
Prefiro a lua, à penumbra
Prefiro a morte, à moléstia
Prefiro a liberdade, à vida

Prefiro a canção, ao hino
Prefiro a voz, à sinfonia
Prefiro a arte, ao maestro
Prefiro a cor, ao pintor

Prefiro o cadáver, ao assassino
Prefiro o pé, ao soco
Prefiro a porta, ao cadeado
Prefiro o ódio , a fingir amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário