segunda-feira, 16 de julho de 2012

Choro


Agora eu posso chorar
Agora, no teu colo
Confortável... Seguro...


Antes a dor doía
Machucava... Ameaçava
Antes a dor destruía


Agora é choro com riso
É choro sem culpa
É culpa perdoada


Hoje é saudade
Existente e morta
É saudade... Só saudade


Agora é o riso
O teu riso
E minhas lágrimas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário