segunda-feira, 11 de junho de 2012

O Orgulhoso

O pior inimigo do habilidoso
É o que muito orgulho tem
Ainda que iludido, invejoso
Pensa que é habilidoso, também

Uns têm habilidade
Outros, admiração
Mas os pobres com vaidade
Temem hábeis de criação

O orgulhoso pode não entender
Que não necessita ser adversário
E que o tal só vem a sofrer
Se for pra si mesmo, falsário

Inveja o peito corrói
A desejar semelhante prestígio
Vilão que quer ser herói
Sem talento em qualquer vestígio

Hábil espírito que lhe incomoda
É a vaidade que lho prejudica
Mas faz aos dons, cotidiana poda
E toda a vida, nas trevas, fica

Nenhum comentário:

Postar um comentário