terça-feira, 24 de abril de 2012

Cotas Racistas

Esse sistema de cotas nas universidades parece que tenta atestar a inferioridade racial dos negros. Senão, por que, ao invés de "cotas raciais", não são "cotas sociais"? Se o motivo de se criarem cotas para o ensino superior é a pobreza, automaticamente não seria apenas para negros, mas para quem é pobre. Grande parte da miséria brasileira habita em famílias consideradas brancas. E isso tudo é muito evidente. Agora, quando se direciona algo para um certo grupo de pessoas baseando-se na sua cor de pele, afigura-se um tipo de racismo. Se o negro é tão capaz intelectualmente quanto o branco - e o é, de acordo com a biologia - qual a razão de dar privilégios ao mesmo, quando ambos padecem do mesmo problema? A Constituição deve tratar o cidadão exatamente pela sua cidadania, não pela sua cor de pele. As cotas para os negros os separam das demais pessoas, parecendo que eles, especificamente, precisam sempre de um empurrãozinho para ter alguma oportunidade. Ora, que o mesmo ponto de partida seja dado a todos. Que educação de qualidade seja direito, desde o princípio, de todo aquele considerado cidadão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário