sexta-feira, 2 de setembro de 2011

"O Trabalho Enobrece o Homem"

O que enobrece o homem é o respeito pela liberdade individual de outro homem; o que enobrece o homem é o respeito pelo direito de outrem exercer sua autonomia. O trabalho nada mais é que a necessidade, e não há nada de digno na necessidade. Seria o carrasco indigno, sem valor ou identidade, se não cortasse cabeças ou abrisse cadafalsos?
Não é nobre o trabalho. Nobre é a criação espontânea, o exercício da vontade; e isso não deve ser chamado de trabalho, e sim, arte... "O trabalho enobrece o homem..." é aforismo de patrão para submeter o empregado às suas ordens, sem questioná-lo...