quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Para Morgana das Fadas

Amei muito!
Adorei
Adorei e divulguei
Exibi

Me exibi

Porque não foi simples
Não foi comum
Foi lindo
Foi teu

Só podia ser teu

Confesso
Fiquei nervoso
Frio na espinha
Perna mole

Coração mole

Vou retribuir?
Vou conseguir?
Como saber?
Como vou atingir?

Como fui atingido

Minhas palavras
Pobres palavras
Verbetes ridículos
Diante das tuas

Líricas...

Mas, se me calo
Me afogo
Ansioso
Em te dizer

Então, digo

Quero-te
Pra mim
Pois sou egoísta
Sou, sim

Sim

Sou Übermensch
De frases apressadas
Pois o verbo me foge
Sobre a Morgana das Fadas

Deusa entre as Fadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário